fbpx

A importância da visita da família em lares seniores

Sabemos que o dia a dia é recheado de questões e adversidades que podem resultar em visitas cada vez menos frequentes, mas é de se entender que esse convívio familiar é essencial para promover a troca que o idoso precisa para uma vida feliz.

Morar em um residencial geriátrico é ter o privilégio de viver a terceira idade com conforto, dignidade e bem-estar. Ao direcionar o seu familiar para um residencial geriátrico, você também proporciona todo o suporte para a saúde, conforto e lazer, garantindo a segurança e o envelhecimento saudável do idoso. Nesse sentido, lares seniores fogem da ideia de asilos e casas de repouso que popularmente conhecemos.

1. O que são lares seniores?

Asilos e casas de repouso são associados à locais onde os idosos são abandonados pelos familiares, sem condições dignas para sua autonomia e qualidade de vida. Por esse motivo, o termo “lar sênior” ou “residencial sênior” surgiu para ressignificar os espaços voltados para cuidados com idosos dependentes ou independentes, mas que precisam de assistência especializada.

 

Nesses ambientes, eles recebem acompanhamento contínuo, espaços adaptados e atividades que promovem a independência e saúde mental. Você pode conferir mais sobre as vantagens de morar em um residencial geriátrico clicando logo aqui.

 

Apesar das maravilhas dos lares seniores, para que o envelhecimento saudável seja uma realidade, também é preciso que a família se envolva no cotidiano do idoso. O contato com a família é fundamental para manter a saúde emocional, psíquica e oferecer conforto para o idoso.

 

2. A importância da família no residencial sênior

Infelizmente, o abandono familiar é recorrente na vida de muitos idosos brasileiros, sobretudo para aqueles que se encontram em estado de negligência ou para quem vive em algum lar sênior. Dentre os âmbitos de abandono, existem três principais que devemos nos atentar: o material, o afetivo e o afetivo inverso.

 

O abandono material é aquele em que a família não oferece os recursos necessários para o bem-estar do idoso. O abandono afetivo decorre da ausência de afeto e o afetivo inverso é proveniente da ausência de afeto dos filhos para com os pais idosos. Seja qual for o tipo de abandono, isso pode implicar em severas complicações no conforto e qualidade de vida do idoso, visto que isto resulta em alguns danos psicológicos e emocionais, como angústia e sofrimento. Para denúncias, disque 100.

 

Diante disso, é de suma importância que a família esteja presente na vida dos idosos, pois isso promove uma melhor qualidade de vida e melhora psicológica. Há amparo, há gratidão e, principalmente, amor. O acompanhamento e visitas frequentes contribui para o desenvolvimento do idoso e é capaz de conduzi-lo à uma vida dotada de longevidade.

 

Deixe que o idoso conte sobre suas histórias, experiências e atividades diárias. Embora muitos familiares não tenham uma formação na área, incentivar esse diálogo é como uma terapia para a mente do idoso (embora não substitua a prática, muitas vezes já incentivada nos residenciais seniores).

 

Sabemos que o dia a dia é dotado de questões e adversidades que podem resultar em visitas cada vez menos frequentes, mas é de se entender que esse convívio familiar é essencial para promover a troca que fará o idoso ter uma vida ainda mais feliz, saudável e confortável.

 

3. O Altevita reforça a manutenção do convívio familiar

O Grupo Altevita reconhece a importância da família para o cotidiano do idoso. Percebemos a felicidade e satisfação registrada no semblante do idoso que reside em nossas unidades a cada visita realizada. Por isso, incentivamos sempre!

 

Ainda, desde o início da pandemia, diversos lares seniores têm realizado, com muita criatividade, alternativas de socialização comunitária e familiar. De março a agosto de 2020, no auge da primeira onda do coronavírus, o Altevita incentivou o agendamento para vídeo-chamadas entre familiares e idosos para conter um pouco da saudade causada pelo isolamento social.

 

Depois de alguns meses, para manter o vínculo entre idoso e família, o Altevita promoveu a “Tenda do Abraço”. Na ação, o idoso poderia ficar de frente com o seu familiar para experimentar um abraço carinhoso, mas sem deixar a segurança de lado, já que um plástico esteve entre eles para evitar uma possível contaminação. Além disso, eram permitidos apenas 2 abraços por dia para que a tenda fosse higienizada com os padrões necessários.

 

Para a constante supervisão do familiar, além das visitas e vídeo-chamadas, também promovemos lives no nosso canal do Youtube e Instagram para que os filhos e filhas dos idosos que residem nas nossas unidades possam acompanhar alguns dos eventos realizados.

 

Por fim, também oferecemos comemorações em datas especiais, como o Dia dos Avós ou Dia das Mães. Nessas confraternizações, incentivamos que os familiares enviem fotos e vídeos com mensagens de carinho para que o idoso se lembre sempre que existe mais do que a equipe Altevitazelando por ele.

 


Altevita é destaque em assistência à saúde, conforto, lazer diário e profissionalismo. Sem dúvidas, morar nos residenciais geriátricos do Altevita é aproveitar o melhor da terceira idade.

Saiba mais sobre nossos serviços nos espaços do nosso site e acompanhe-nos também no InstagramYoutube e Facebook.

 

Related Posts

Leave a comment