fbpx

Como melhorar a qualidade de vida do idoso?

A qualidade de vida do idoso é intrinsecamente ligada às diferentes práticas de saúde física, mental e cognitiva que ele exercita ao longo do dia, além da não-exclusão do convívio familiar e amistoso. Confira como melhorar a qualidade de vida do idoso:

Vista por muitos como a “melhor idade”, a velhice é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma fase da vida que começa a ser contada a partir dos 60 anos de idade. Diante de seis décadas ou mais de vivências e aprendizados, muito se defende a importância do melhor aproveitamento da terceira idade, com direito a saúde, conforto, socialização, lazer e bem-estar.

Entretanto, o debate da promoção da qualidade de vida para o idoso ainda é um tópico pouco discutido na sociedade. Muitas vezes, o idoso se restringe a ficar em casa sem os cuidados e convívio necessários para um envelhecimento saudável.

A qualidade de vida do idoso é intrinsecamente ligada às diferentes práticas de saúde física, mental e cognitiva que ele exercita ao longo do dia, além da não-exclusão do convívio familiar e amistoso. Além disso, entendendo o conceito de “melhor idade”, o conforto e o bem-estar são essenciais nessas etapas.

Diante disso, pontuamos os 3 elementos principais que contribuem para a melhora da qualidade de vida do idoso. Confira:

  • Saúde

Saúde é vida. Como mencionamos anteriormente, são as práticas diárias ligadas ao exercício físico, mental e cognitivo que promovem uma melhora qualidade de vida à terceira idade. Seja na disposição, na prevenção de doenças ou no bom humor: é a saúde que vai dar o primeiro passo para a longevidade.

Promover atividades físicas, como pequenas caminhadas matinais diárias, já são consideravelmente reduzidas as chances de doenças causadas pelo mal funcionamento dos sistemas do corpo do idoso, contribuindo para uma vida mais saudável.

Ainda, incentivar a constante hidratação e o consumo de alimentos ricos em vitaminas e nutrientes é mais uma prática que auxilia no envelhecimento saudável. Não podemos esquecer também das consultas regulares ao médico geriatra.

Assim como o corpo deve se manter hidratado, bem nutrido e em movimento, as atividades lúdicas auxiliam na saúde psicoemocional dos idosos, contribuindo para a saúde cognitiva e psicológica, como por meio da arteterapia.

O Grupo Altevita entende sobre a necessidade dos cuidados com a saúde para o idoso e se dedica 24h neste propósito. Nossos residenciais geriátricos contam com uma equipe multidisciplinar de profissionais especializados na saúde da terceira idade.

Além disso, promovemos atividades dedicadas para o desenvolvimento cognitivo, motor e psicológico dos idosos, como fisioterapia, pintura, horta, musicalização, Tai Chi Chuan e muito mais!

 

  • Convívio social

Infelizmente, a solidão e abandono na vida do idoso ainda é muito no Brasil. As relações sociais representam uma grande importância na vida da terceira idade, contribuindo para a prevenção do sedentarismo e depressão, maior bem-estar e mais afetividade.

Por essas razões, incentivar a socialização e integração dos idosos é fundamental para uma melhor qualidade de vida deles. Ainda, a integração tecnológica é uma outra alternativa para que o convívio social permaneça de forma segura durante os tempos de pandemia do coronavírus.

Nas unidades do AltevitaConvivência, Longevità e Altevita Lago -, incentivamos o convívio social todos os dias através das nossas atividades, ainda que nos adequando às principais normas de segurança e saúde. Ainda, nosso diferencial é a manutenção do convívio familiar, adotando as principais medidas e formas para o acompanhamento do idoso com os familiares.

Durante a pior fase da pandemia, em que suspendemos o acesso às visitas, promovemos o uso de vídeos-chamadas para que nenhum idoso ficasse sem esse contato tão importante para o seu bem-estar.

 

  • Conforto e bem-estar

Garantindo a saúde e a socialização do idoso, o terceiro passo para uma melhor qualidade de vida é promover o melhor do conforto. Com o envelhecimento, diversas mudanças físicas e cognitivas vão acontecendo pelo corpo do idoso, o que pode comprometer o seu bem-estar.

Por isso, a adoção de uma estrutura adaptada e personalizada para a segurança do idoso é fundamental para que ele viva de forma confortável dentro de onde mora. Esse aspecto é outro diferencial do Altevita, que oferece conforto e sofisticação em todos os nossos ambientes.

Morar em um centro geriátrico é visto por muitos como algo negativo ou ruim de ser considerado. Entretanto, o Altevita é uma prova de que residenciais geriátricos trazem inúmeros benefícios para a qualidade de vida de seu familiar.

E quem diz isso não é apenas nós, mas também a psicóloga Ana Paula Ricarte, filha da nossa querida moradora sra. Francisca, do Espaço Longevità. Confira o depoimento dela clicando aqui.

 


E essas foram os três pontos principais de como melhorar a qualidade de vida do idoso. Proporcionando todos eles, o Altevita é destaque em assistência à saúde, conforto, lazer diário e profissionalismo. Sem dúvidas, morar nos residenciais geriátricos do Altevita é aproveitar o melhor da terceira idade.

Saiba mais sobre nossos serviços nos espaços do nosso site e acompanhe-nos também no Instagram, Youtube e Facebook.

 

Leave a comment