fbpx

Dicas de passeios em Brasília no Verão

Calor, horário de verão, 60 minutos a mais de sol. Essa é definitivamente a melhor época do ano. É a temporada em que saímos do trabalho e conseguimos curtir a luz do dia[....]

Calor, horário de verão, 60 minutos a mais de sol. Essa é definitivamente a melhor época do ano. É a temporada em que saímos do trabalho e conseguimos curtir a luz do dia, sair com os amigos, assistir ao pôr do sol e ainda explorar todos os atrativos da cidade.

Por isso queremos inspirá-lo a sentir todas as boas vibrações do verão, aproveitando ao máximo cada segundo do seu dia, se conectando com a natureza e refletindo sobre a sua forma de viver.

Mas que tal fazer isso sem sair da nossa Capital?

Brasília não é um destino turístico por excelência. Para muitos, inclusive para moradores, limita-se aos escândalos de poder e aos prédios públicos. Porém, Brasília tem muito a oferecer e pode ser um destino incrível se você souber curtir a cultura brasilense.

1. EXPERIMENTE BRASÍLIA COM STREET ART, MERCADOS E SUNSET NO LAGO

Experimentar uma Brasília diferente. Essa é a proposta do Experimente Brasília, uma empresa de alma candanga que resolveu mostrar ao mundo as belezas da capital, a partir de um olhar local. Eles organizam “walking tours”, que são passeios a pé, com roteiros de arte de rua, roteiros arquitetônicos (como a rota dos azuleijos do Athos Bulcão) e por aí vai… Veja mais detalhes: em http://www.experimentebrasilia.com/experiencias/va-de-bike

2. UM PASSEIO NO JARDIM BOTÂNICO

O Jardim Botânico de Brasília é um desses lugares que a gente esquece que está na cidade. Com diversas possibilidades de diversão, reserve uma manhã de domingo para tomar café da manhã no bistrô Jardim Bom Demais. Há duas opções de fórmulas para você escolher ambas com opções de pães, bolos, frutas, sucos, e em uma delas  os produtos são sem glúten. Quer mais? Traga sua bike e aproveite para desbravar algumas trilhas no meio do cerrado, assim seu domingo estará completo. O bistrô funciona de quarta a domingo, das 9 às 17 h e fica ao lado do Centro de Visitantes.

3. BORA PRO PARQUE

Corrida, caminhada, yoga, bike, patins… aos finais de semana o brasiliense gosta de curtir a vida ao ar livre no Parque da Cidade, o maior parque urbano da cidade. A entrada é gratuita e sempre rola algum evento bacana por lá. Para quem curte yoga, a ideia é se juntar ao grupo do Coletivo Namaste, que se reúne embaixo de uma árvore próximo ao Quiosque do Atleta todos os sábados às 9h. Não precisa ter experiência. Basta chegar com sorriso e disposição. A contribuição sugerida é de R$ 20.

4. SE JOGA NO LAGO!

Se não tem praia, vamos de lago mesmo! Se ideia é ficar só curtindo o visual, vá para o Pontão ou para a Orla da Ponta JK, os lugares com melhor estrutura. Mas se a ideia é cair na água, dá para escolher entre SUP, Flyboard, wakeboard, caiaque… dá até para tentar umas aulas para aprender a velejar ou alugar uma lancha. Alguns bons lugares são a Praia do Cerrado (Bosque da QL 10 do Lago Sul), Katanka (Clube das Nações) e Orla da Ponte Jk

5. YOGA NO PARQUE OLHOS D’ÁGUA.

O Parque Olhos D’água (413/414 Norte) é o queridinho dos moradores da Asa Norte. O parque é bem arborizado, tem um lago com patos e clima bucólico. É com esse visual que é possível experimentar o Método DeRose, uma prática que utiliza técnicas do Yoga para o corpo e propõe uma cultura de boas relações humanas. A dica é desfrutar de uma aula gratuita todos os domingos às 17h.

6. É HORA DE PICNIC!

Na Capital não faltam imensas áreas verdes. Como o clima ajuda, traga uma toalha, algumas guloseimas e curta um picnic. Pode ser em alguns dos parques da cidade, no eixão do lazer ou embaixo de uma das árvores das superquadras. Se preferir um picnic mais elaborado, procure o bistrô do Jardim Botânico ou do CCBB que eles organizam tudo para o picnic.

7. OLHE PRO CÉU!

Já dizia Lucio Costa, “o céu é o mar de Brasília”. Então, não perca a chance de olhar para o alto e admirar o céu brasiliense. Praticamente de qualquer lugar da cidade é possível observar o horizonte. E que horizonte! No inverno, o pôr do sol ganha contornos rosas e alaranjados de tirar o fôlego. Suba no mirante da Torre de TV ou da Torre de TV Digital, sente em um dos bancos da Praça do Cruzeiro, caminhe pela Praças dos Cristais no Setor Militar Urbano ou vá até o Calçadão da Asa Norte para ter as melhores vistas do por do sol.

8. VAI UMA CACHOEIRA?

Mesmo no inverno, faz calor em Brasília durante o dia. Bateu o calor? Vá se refrescar em uma cachoeira. Mesmo a poucos quilômetros do Plano Piloto, é possível encontrar algumas. Uma boa opção é a Chapada Imperial, que fica a 50km do Plano Piloto.

9. PARTIU PIRI!

Casarões antigos, ruas de paralelepípedos, igrejas centenárias, boa gastronomia e natureza exuberante. Precisa dizer mais alguma coisa para dizer que a cidade histórica Pirenópolis, “Piri” para os íntimos, localizada a cerca de 140km de Brasília, é a uma ótima pedida para um bate e volta no fim de semana?

10. JÁ OUVIU FALAR EM VINÍCOLA NO CERRADO?

Pois é. Vinícola no cerrado existe! E, segundo os bons entendedores, o vinho é de qualidade. A Pireneus Vinhos e Vinhedos recebe turistas para degustações e passeios nos parreirais. E não é que no caminho até lá é possível parar numa fazenda que produz queijo tipo suíço?! Melhor ainda!

Depois dessas dicas não tem mais desculpas de que Brasília não tem nada pra fazer, né? Agora é com você: deixe as suas dicas nos comentários do que fazer na nossa capital no verão.

Leave a comment