Cinco sinais de demência para estar atento e diagnosticar precocemente a doença 

Faleceu nessa segunda-feira (10) Renato Maia Guimarães, médico que teve papel fundamental no desenvolvimento e fortalecimento da geriatria no Brasil e em Brasília.

Cinco sinais de demência para estar atento e diagnosticar precocemente a doença 

O mal atinge cerca de 35 milhões de pessoas no mundo. O tratamento na fase inicial aumenta as chances de combater o quadro

 

Condição em que ocorre perda de função cerebral, a demência causa diminuição na qualidade de vida de quem a desenvolve, por meio de problemas cognitivo, perda de memória, e mudança de comportamento. 

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 35 milhões de pessoas tem algum tipo de demência no mundo. A boa notícia é, se diagnosticada precocemente, as chances de combater as consequências devastadoras da doença é maior. Por isso, conheça alguns sinais da demência e fique atento: 

 

  1. “Você acabou de falar sobre isso”: sabe quando alguém repete a mesma informação várias vezes, sem parecer lembrar que acabou de falar sobre o assunto? Esse é um dos sintomas mais preocupantes. Além disso, gaguejar e pronunciar palavras erroneamente — quando não é comum da pessoa — são sinais de atenção.  
  2. Tarefas complexas não mais: pode ser fazer um almoço completo ou cumprir um dia no escritório. Tarefas corriqueiras mas que exigem atenção começam a apresentar um nível maior de dificuldade para a pessoa que está desenvolvendo demência 
  3. “Não sei como fui parar lá”: um dos fatores mais evidentes de que a demência está se instalando é quando a pessoa não reconhece o local em que está ou como chegou até lá.  
  4. Personalidade diferente: mudar o jeito de ser — como se tornar calma quando sempre foi ativa, ou se mostrar agressiva quando sempre foi pacificadora também pode ser uma postura de quem está sofrendo com a doença  
  5. Comportamento inadequado: se a pessoa começa a apresentar formas de agir que não levam em consideração os valores sociais e, até mesmo, as condições de se viver em sociedade — como não usar roupas ou querer circular somente com roupas íntimas também é um fato da demência. Além disso, paranoia e alucinações também são sintomas da doença. 

 

Identificou mais de dois sintomas da lista? Procure um médico imediatamente. O tratamento poderá retardar o desenvolvimento da degeneração e garantir mais qualidade de vida para o paciente. 

 

Fontes: BBC, Minha vida

Leave a comment