Religiosidade e Espiritualidade: um benefício aos idosos

Se é importante cuidar da saúde e da alimentação, para ter uma vida saudável e buscar a longevidade, há que se desenvolver também a saúde mental, e a religiosidade e espiritualidade são importantes neste processo.


Hoje é a comemorada a Páscoa, neste dia os cristãos relembram ressureição de Jesus Cristo. Segundo o IBGE, o número de Cristãos no brasil é de 86,8%, tendo um grande impacto em nossa sociedade.

O envelhecimento é algo natural da vida, e este processo proporciona diversas alterações físicas, psicológicas e relacionais. Se é importante cuidar da saúde e da alimentação, para ter uma vida saudável e buscar a longevidade, há que se desenvolver também a saúde mental, e a religiosidade e espiritualidade são importantes neste processo.

Proporcionar o desenvolvimento da religiosidade implica em promover a qualidade e a expectativa de vida, principalmente no que se refere aos idosos. Na terceira idade, a comunidade religiosa é a maior fonte de apoio social fora da família, e o envolvimento das organizações religiosas é o tipo mais comum de atividade social voluntária. Através da religião muitos aspectos podem se aprimorados, como tolerância, aceitação das várias etapas pelas quais o indivíduo passa, de modo a fazê-lo com mais serenidade.

Por mais que religiosidade e espiritualidade sejam similares, elas não são idênticas. A espiritualidade não está, necessariamente, ligada a uma religião específica, mas sim ao modo como o indivíduo procura viver, se relacionar, atuar na família ou na sociedade, buscando proporcionar a si e aos que o cercam ambientes agradáveis, equilibrados, serenos, onde seja prazeroso permanecer, se relacionar, trocar experiências, com prevalência da amizade, do amor, do respeito, do carinho, do bom humor e da solidariedade, o que facilitará a convivência harmoniosa entre pessoas de diferentes meios.

O ser humano é um ser social e essa vivência em grupo tende a se intensificar na terceira idade, pois nesta fase, estimula-se cada vez mais a inserção em grupos para superação de perdas advindas da fase em questão como perda do cônjuge, afastamento de filhos que formaram novos lares, aposentadoria, ausência de outros membros da família. E nisso, espiritualidade e a religiosidade, estarão ali para o conforto devido. Além disso, desenvolver esses pontos, auxiliam o indivíduo a se aprimorar através de atitudes solidárias, que promovam valores éticos e morais bem como melhoram as relações interpessoais.

A prática de ações que proporcionem bem estar ao indivíduo, tenderá a elevar sua autoestima, o que é fator de grande importância na obtenção e manutenção da qualidade de vida. Podemos dizer que através da religiosidade é possível ter motivação para viver e enfrentar dificuldades, superar com mais facilidade desafios e manter-se emocionalmente saudável. Alimente sua espiritualidade nas muitas manifestações do Divino. Desde a hora do levantar até o adormecer novamente, são muitas as oportunidades para abastecer a sua espiritualidade e ser também uma fonte para os outros.

Pensando nisso tudo, no Grupo Altevita, são desenvolvidas algumas atividades de cunho religioso, como a leitura da bíblia, reza do terço e passeios para templos. Além disso, uma vez por mês é realizada a missa com presença do Padre e todos os idosos são convidados a participarem de acordo com o seu interesse e religião.

Related Posts

Leave a comment