fbpx

Vacinação: a vida durante a pandemia de covid-19, que não tem data para acabar

Apesar da imunização ter sido iniciada em diversos países do mundo, isso não significa que a pandemia irá terminar. Variantes do vírus colocam em risco a população e exigem novas formas de viver

Apesar da imunização ter sido iniciada em diversos países do mundo, isso não significa que a pandemia irá terminar. Variantes do vírus colocam em risco a população e exigem novas formas de viver

 

O Brasil celebrou o início da vacinação contra a Covid-19, em 19 de janeiro. Aqui no Altevita, nossos idosos e colaboradores começaram a ser vacinados na última semana, em 25 e 26 deste mês. A esperança encheu o coração do brasileiro e não seria diferente, não é? 

Mas é preciso ter pés no chão. Mesmo com a imunização em curso, não há previsão para o fim da pandemia. Demorará meses até que todas as pessoas estejam vacinadas, isso se os insumos para a produção das vacinas forem fornecidos sem problema por países produtores. 

 

Por outro lado, a detecção de novas variantes do vírus, com mais poder de contágio, tem sido registradas em todo mundo, inclusive no Brasil. As novas cepas podem causar novos picos de contágio e gerar riscos de vida. 

 

Isso demandará de nós, brasileiros, atenção redobrada para não ter outro pico de contágio: isolamento, máscara facial e álcool em gel devem continuar em alta. Nós, do Altevita, continuaremos nosso compromisso de garantir a segurança de nossos moradores e idosos. Junte-se a nós nessa luta! 

 

Japão decide viver com o novo coronvírus

De acordo com a BBC, o Japão anunciou o “novo modelo de vida”, denominado “San Mitsu”. Ele nada mais é do que continuar a viver, sem previsão de término, com os protocolos de segurança; conscientes de que o vírus está à espreita. 

Olhando de perto para esses novos modelos de vida, pode-se ver que o governo japonês estabeleceu este conjunto muito prático de procedimentos operacionais padrão, usando princípios de racionalidade, ciência e avaliação de risco.

Talvez esteja relacionado ao entendimento japonês de que coisas “ruins” não podem ser abandonadas para sempre.  Usando modelos de avaliação de risco, em princípio, os seres humanos podem continuar a viver bem.

O modelo de vida tem três pontos básicos: 

 

1- Evitar lugares com pouca ventilação;

2- Evitar lugares com muita gente;

3- Evitar lugar fechados onde as pessoas falam em voz alta.

 

Podemos assim adaptar:

  1. Mantenha distância entre as pessoas;
  2. Use uma máscara;
  3. Lave as mãos com freqüência.

 

 Requisitos específicos:

  1. As pessoas devem manter uma distância de 2 metros;
  2. Fique o máximo que puder ao ar livre com pessoas estranhas.
  3. Tente evitar ficar cara a cara ao falar com outras pessoas;
  4. Ao voltar para casa  lave as mãos,  o rosto e as roupas imediatamente;
  5. Lave suas mãos assim que tocar na mão de alguém;
  6. Experimente compras online e liquidação eletrônica;
  7. Fazer compras no supermercado é melhor para 1 pessoa, para escolher o horário em que há menos pessoas;
  8. Tente não tocar nas amostras de produtos.
  9. Não fale no transporte público;
  10. Vá para o trabalho de bicicleta ou a pé;
  11. É melhor usar cartões de visita eletrônicos;
  12. Tente usar videoconferência do que você se encontrar com pessoas;
  13. Para controlar o número de pessoas nas reuniões, use máscaras e abra as janelas para ventilar;
  14. Trabalhe em casa ou viaje fora do horário de pico;
  15. Não vá para países ou lugares onde o vírus é endêmico;
  16. Tente não ir  para casa para visitar a família e viajar, e controlar as viagens de negócios;
  17. Quando você tiver sintomas, lembre-se de onde você foi e  quem conheceu;
  18. Coma com outras pessoas, não cara a cara, de preferência um ao lado do outro;
  19. Não use tigelas e potes grandes para compartilhar alimentos, implemente um sistema de porções individuais divididas;
  1. Converse menos quando estiver comendo e coma mais vegetais e frutas;
  2. Tente não reunir muitas pessoas para comerem juntas;
  3. Evite “espaços fechados, multidão densa, contato íntimo”;
  4. Verifique a temperatura corporal todas as manhãs para fortalecer o controle da saúde;
  5. Cubra a tampa ao dar descarga;
  6. Não fique muito tempo em um espaço estreito;
  7. Ao caminhar e correr, o número de pessoas deve ser pequeno, ao se encontrarem fiquem a distância;

 

Os japoneses são geneticamente uma nação muito disciplinada e fazem as coisas e seguem escrupulosamente as instruções. Todos entendem que esta é uma guerra de longo prazo. Vale a pena aprender e passar por esse tempo de maneira mais consciente e, no mínimo, mais tranquilo. 

Fonte: BBC

Apesar da imunização ter sido iniciada em diversos países do mundo, isso não significa que a pandemia irá terminar. Variantes do vírus colocam em risco a população e exigem novas formas de viver

 

O Brasil celebrou o início da vacinação contra a Covid-19, em 19 de janeiro. Aqui no Altevita, nossos idosos e colaboradores começaram a ser vacinados na última semana, em 25 e 26 deste mês. A esperança encheu o coração do brasileiro e não seria diferente, não é? 

 

Mas é preciso ter pés no chão. Mesmo com a imunização em curso, não há previsão para o fim da pandemia. Demorará meses até que todas as pessoas estejam vacinadas, isso se os insumos para a produção das vacinas forem fornecidos sem problema por países produtores. 

 

Por outro lado, a detecção de novas variantes do vírus, com mais poder de contágio, tem sido registradas em todo mundo, inclusive no Brasil. As novas cepas podem causar novos picos de contágio e gerar riscos de vida. 

 

Isso demandará de nós, brasileiros, atenção redobrada para não ter outro pico de contágio: isolamento, máscara facial e álcool em gel devem continuar em alta. Nós, do Altevita, continuaremos nosso compromisso de garantir a segurança de nossos moradores e idosos. Junte-se a nós nessa luta! 

 

Japão decide viver com o novo coronvírus

De acordo com a BBC, o Japão anunciou o “novo modelo de vida”, denominado “San Mitsu”. Ele nada mais é do que continuar a viver, sem previsão de término, com os protocolos de segurança; conscientes de que o vírus está à espreita. 

Olhando de perto para esses novos modelos de vida, pode-se ver que o governo japonês estabeleceu este conjunto muito prático de procedimentos operacionais padrão, usando princípios de racionalidade, ciência e avaliação de risco.

Talvez esteja relacionado ao entendimento japonês de que coisas “ruins” não podem ser abandonadas para sempre.  Usando modelos de avaliação de risco, em princípio, os seres humanos podem continuar a viver bem.

O modelo de vida tem três pontos básicos: 

 

1- Evitar lugares com pouca ventilação;

2- Evitar lugares com muita gente;

3- Evitar lugar fechados onde as pessoas falam em voz alta.

 

Podemos assim adaptar:

  1. Mantenha distância entre as pessoas;
  2. Use uma máscara;
  3. Lave as mãos com freqüência.

 

 Requisitos específicos:

  1. As pessoas devem manter uma distância de 2 metros;
  2. Fique o máximo que puder ao ar livre com pessoas estranhas.
  3. Tente evitar ficar cara a cara ao falar com outras pessoas;
  4. Ao voltar para casa  lave as mãos,  o rosto e as roupas imediatamente;
  5. Lave suas mãos assim que tocar na mão de alguém;
  6. Experimente compras online e liquidação eletrônica;
  7. Fazer compras no supermercado é melhor para 1 pessoa, para escolher o horário em que há menos pessoas;
  8. Tente não tocar nas amostras de produtos.
  9. Não fale no transporte público;
  10. Vá para o trabalho de bicicleta ou a pé;
  11. É melhor usar cartões de visita eletrônicos;
  12. Tente usar videoconferência do que você se encontrar com pessoas;
  13. Para controlar o número de pessoas nas reuniões, use máscaras e abra as janelas para ventilar;
  14. Trabalhe em casa ou viaje fora do horário de pico;
  15. Não vá para países ou lugares onde o vírus é endêmico;
  16. Tente não ir  para casa para visitar a família e viajar, e controlar as viagens de negócios;
  17. Quando você tiver sintomas, lembre-se de onde você foi e  quem conheceu;
  18. Coma com outras pessoas, não cara a cara, de preferência um ao lado do outro;
  19. Não use tigelas e potes grandes para compartilhar alimentos, implemente um sistema de porções individuais divididas;
  1. Converse menos quando estiver comendo e coma mais vegetais e frutas;
  2. Tente não reunir muitas pessoas para comerem juntas;
  3. Evite “espaços fechados, multidão densa, contato íntimo”;
  4. Verifique a temperatura corporal todas as manhãs para fortalecer o controle da saúde;
  5. Cubra a tampa ao dar descarga;
  6. Não fique muito tempo em um espaço estreito;
  7. Ao caminhar e correr, o número de pessoas deve ser pequeno, ao se encontrarem fiquem a distância;

 

Os japoneses são geneticamente uma nação muito disciplinada e fazem as coisas e seguem escrupulosamente as instruções. Todos entendem que esta é uma guerra de longo prazo. Vale a pena aprender e passar por esse tempo de maneira mais consciente e, no mínimo, mais tranquilo. 

Fonte: BBC

Leave a comment