Idosos e bebidas alcoólicas: uma mistura de risco?

Idosos que consomem bebidas alcoólicas indiscriminadamente tem sua saúde
afetada e estão mais propensos a desenvolverem complicações médicas e
doenças crônicas.

1 em cada 10 idosos consome bebida alcoólica sem moderação, segundo um
estudo realizado pela New York University (NYU) em parceria com o Center for
Drug Use, nos Estados Unidos, publicado no Journal of American Geriatrics
Society.

Os riscos do consumo de álcool na velhice

Idosos que consomem bebidas alcoólicas indiscriminadamente tem sua saúde
afetada e estão mais propensos a desenvolverem complicações médicas e
doenças crônicas.

Além dessas implicações, há o risco aumentado de quedas e o contato do
álcool com medicações que porventura façam parte de algum tratamento. “A bebedeira, mesmo esporádica, pode afetar negativamente condições de
saúde”, afirmou Benjamin Han, principal autor do estudo e professor assistente
no Departamento de Divisão de Medicina Geriátrica e Cuidados Paliativos de
Medicina da New York University (NYU), por meio de nota.

10.927 adultos acima de 65 anos participaram de uma pesquisa nacional sobre
saúde e uso de drogas, entre 2015 e 2017, nos Estados Unidos. Os resultados
apontaram que 10% destas pessoas abusam das bebidas alcóolicas.

O aumento no consumo de álcool entre os idosos foi significativo. Em pesquisa
similar ocorrida 10 anos antes, este número nos Estados Unidos era de 7%.

No Brasil, a situação é bastante similar. Uma pesquisa da Datafolha, publicada
em 2018, informa que 9% dos idosos consomem bebidas alcoólicas
diariamente no país.

O desenvolvimento do alcoolismo entre os idosos pode estar associado a
diversos fatores. A dependência pode surgir após a aposentadoria, divórcio,
viuvez ou abandono.

Portanto, é importante estar sempre alerta para que o álcool não traga maiores
problemas para pessoas que já se encontram na velhice.

5 maiores problemas do consumo de álcool na velhice

– Maior risco de quedas
– Interação com medicamentos
– Desenvolvimento de doenças cardiovasculares
– Degeneração do sistema nervoso central
– Depressão

Converse sobre o abuso de álcool com seus familiares idosos
Muitas vezes os mais velhos tornam-se dependentes de bebidas alcoólicas
sem que seus familiares percebam. O abuso do álcool pode trazer
consequências irreversíveis para os idosos. É muito importante que a família
perceba o problema com antecedência e inicie uma intervenção para evitar que
o consumo excessivo de álcool se torne algo nocivo para a saúde e bem-estar
do idoso.

Conversar e informar é sempre o melhor caminho, porém, às vezes não é o
suficiente. Se o problema persistir, é importante procurar acompanhamento
médico e profissional para que a situação não se agrave ainda mais.
Manter-se ativo e sociável na velhice é fundamental para não cair em
armadilhas como o abuso de bebidas alcoólicas. Nossas unidades contam com
instalações e atividades adequadas para que os idosos encontrem conforto e
qualidade de vida. Estimular o corpo e a mente colaboram para a saúde e
afastam complicações provenientes dos excessos de substâncias químicas e
tóxicas, tão desnecessárias ao organismo. Nossa prioridade é proporcionar um ambiente ideal para uma velhice repleta de saúde!

Atividades físicas também colaboram muito para evitar o abuso de álcool. Quer
saber como convencer o idoso a fazer suas atividades? Clique aqui.

Related Posts

Leave a comment