Tecnologia e idosos: quais os benefícios?

A tecnologia permite facilidades como acesso a serviços públicos, exames e novos ensinamentos, além de evitar o isolamento.

A tecnologia permite facilidades como acesso a serviços públicos, exames e novos ensinamentos, além de evitar o isolamento.

A Universidade Aberta da Catalunya utilizou dados do Brasil e constatou, em estudo realizado, que o uso da internet por idosos cresceu mais de 50% em nosso país.

A grande quantidade de aplicativos disponíveis nos smartphones possibilitam maior independência para os idosos, além de criar um espaço para que eles se comuniquem com outros usuários conectados às redes. Aplicações mais simples, como a calculadora, até funcionalidades que permitem acesso a exames médicos, operações bancárias e serviços públicos, facilitam a vida destas pessoas e permitem mais autonomia para elas.

Porém, o uso da tecnologia requer cuidados, principalmente nos tempos atuais. A disseminação de notícias falsas é um dos grandes problemas contemporâneos e é importante orientar para que os idosos sempre verifiquem a veracidade das informações, que porventura cheguem até eles, e não as compartilhem sem a devida checagem.

Existem, inclusive, golpes disseminados pela internet voltados aos mais velhos, justamente pelo fato dos idosos serem usuários recentes de tecnologias e, por vezes, não terem o discernimento necessário para estas situações. A prática e a informação são fundamentais para que eles não sejam vítimas deste tipo de ação. Portanto, é fundamental o diálogo com a família e pessoas próximas, para que o uso dessas ferramentas seja algo saudável e realmente benéfico para os idosos.

O Grupo Altevita acredita que a tecnologia traz inúmeros benefícios para os nossos residentes. Por isto, nossas unidades contam com computadores e conexão Wi-Fi, permitindo-lhes todas as facilidades que a grande rede carrega.

A tecnologia abre caminhos para pessoas mais velhas. Com orientação adequada e a devida prática, os idosos se veem mais independentes para funções cotidianas que, até então, exigiam deslocamento e até acompanhamento. Práticas simples como pagar uma conta ou verificar os resultados dos últimos exames tornam-se ações simples, facilitadas pelos aplicativos e que acabam influenciando diretamente na qualidade de vida e auto estima destas pessoas.

Related Posts

Leave a comment